Apple lucra US$13,87 por ação no 1º tri fiscal

terça-feira, 24 de janeiro de 2012 21:04 BRST
 

SAN FRANCICSO, 24 Jan (Reuters) - Os resultados do primeiro trimestre fiscal da Apple foram impulsionados pelas vendas de final de ano de seus iPhones e iPads, superando as expectativas de Wall Street e elevando as suas ações em 8 por cento.

A companhia mais valiosa de tecnologia do mundo vendeu 37,04 milhões de iPhones -o seu carro-chefe- e 15,43 milhões de tablets iPads, ultrapassando as já elevadas expectativas para uma forte temporada de vendas de final de ano.

As vendas de iPhones e iPads dobraram na comparação com o ano anterior.

A gigante de equipamentos eletrônicos para consumo afirmou nesta terça-feira que sua receita saltou 73 por cento, para 46,33 bilhões de dólares, batendo a média das estimativas de analistas de Wall Street, de 38,91 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A Apple apresentou um lucro líquido de 13,06 bilhões de dólares, ou 13,87 dólares por ação. Analistas esperavam ganhos de 10,16 dólares por ação.

A média das projeções para as vendas de produtos da Apple durante o primeiro trimestre fiscal, que inclui a temporada de vendas de final de ano e uma semana a mais do que o típico, era de aproximadamente 31 milhões de iPhones, de 13,5 a 14 milhões de iPads e 5 milhões de computadores Mac.

Nesta terça-feira, a Apple também divulgou a previsão para os seus resultados do segundo trimestre fiscal, que ficou acima das estimativas de analistas. A empresa espera receita de cerca de 32,5 bilhões de dólares e lucro por ação de cerca de 8,50 dólar.

O resultado apresentado pela Apple marca o primeiro trimestre sem o seu lendário cofundador Steve Jobs, que morreu em 5 de outubro.

As ações da Apple subiram 8 por cento, para 452 dólares, após o resultado. O papel fechou em 420,41 dólares na Nasdaq.