Nokia Siemens deve cortar mais de 4 mil postos de trabalho

terça-feira, 31 de janeiro de 2012 11:59 BRST
 

A Nokia Siemens Networks , segunda maior fabricante de equipamentos para telefonia móvel do mundo, está em negociações com sindicatos trabalhistas na Alemanha e na Finlândia sobre cortar mais de 4 mil postos de trabalho.

A Nokia Siemens prevê eliminar 2,9 mil postos na Alemanha e 1,2 mil na Finlândia, dentro do grande programa de reestruturação da fabricante, cujos planos incluem a demissão de quase 25 por cento dos 17 mil empregados. A companhia visa a economizar cerca de 1 bilhão de euros (1,31 bilhão de dólares) por ano.

A empresa, que tem lutado para gerar lucro desde sua criação, em 2007, foi formada pela Nokia e pela Siemens, na esperança de gerar escala suficiente para liderar uma indústria dominada pela sueca Ericsson e, cada vez mais, por concorrentes chinesas.

Além disso, a Nokia Siemens tem enfrentado forte concorrência de preços, e os problemas econômicos na zona do euro forçaram as empresas de telecomunicações a cortarem gastos com equipamentos.