Previsões da Amazon desapontam e ação registra forte queda

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 17:05 BRST
 

(Reuters) - A ação da Amazon caiu 12 por cento no pregão desta quarta-feira em função de temores de que gastos maiores poderiam afetar os lucros da rede varejista, enquanto o crescimento de sua receita mantém-se abaixo das expectativas do mercado.

Nesta terça-feira, a rede varejista online avisou que poderia registrar uma perda operacional para o primeiro trimestre, enquanto gasta fortemente em novas categorias de produtos como tablets e em infraestrutura para mídia digital e serviços de computação em nuvem.

"Embora nós tivéssemos suspeitado que a previsão de margem da Amazon durante o primeiro trimestre enfatizaria seus gastos em investimento em andamento, fomos surpreendidos por sua previsão de receita do primeiro semestre abaixo do esperado", disse em nota o analista Anthony DiClemente, da Barclays Capital, que cortou sua meta de preço da ação em 16 por cento, para 190 dólares.

Entretanto, vários analistas disseram que a mudança recente da empresa para mais vendas terceirizadas e forte crescimento de mídia e serviços digitais continuaria a elevar margens, mesmo enquanto o crescimento da receita desacelera.

"Margens de vendas terceirizadas são consideravelmente maiores do que aquelas de vendas diretas, já não há, essencialmente, gastos de bens e as taxas de cartões de créditos e dívidas ruins são essencialmente limitadas", disse o analista Doug Anmuth, da J.P. Morgan.

(Por Fareha Khan, Tenzin Pema e Ranjita Ganesan)