Panasonic espera prejuízo anual recorde de US$10 bi

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 08:20 BRST
 

Por Tim Kelly e Nobuhiro Kubo

TÓQUIO, 3 Fev (Reuters) - A Panasonic previu nesta sexta-feira um prejuízo líquido anual recorde de 10,2 bilhões de dólares, unindo-se ao grupo de rivais formado por Sony e Sharp que enfrentam problemas em suas divisões de televisores.

A Panasonic informou que está rumando para um prejuízo de 780 bilhões de ienes (10,24 bilhões de dólares) para o ano que se encerra em março, acima das expectativas do mercado de perda de cerca de 6,2 bilhões de dólares. O prejuízo deve ocorrer quase que inteiramente por causa de grandes encargos com reestruturação e baixas contábeis, incluindo a unidade Sanyo Electric.

A previsão de prejuízo se soma a expectativas de resultados negativos de Sony e Sharp, em perdas combinadas de quase 17 bilhões de dólares, o que ressalta o impacto da ferrenha competição de rivais internacionais como a sul-coreana Samsung Electronics, baixa demanda e iene valorizado.

A Panasonic, que está promovendo cortes de 17 mil empregos até o final de março, também não cumpriu expectativas de terceiro trimestre, assumindo prejuízo de 197,6 bilhões de ienes contra resultado positivo um ano antes.

"Eles não parecem uma empresa que esteja progredindo em direção a um objetivo em particular", disse Yuuki Sakurai, presidente da Fukoku Capital. "No que exatamente esta empresa é boa? O que ela quer fazer? Eles não têm respostas a estas questões", afirmou.

Em comentários a jornalistas nesta sexta-feira, o presidente da Panasonic, Fumio Ohtsubo, não deu indicação de que planeja reduzir a divisão de televisores.

"Eu não creio que seja um negócio que perdeu seu potencial de crescimento", afirmou o executivo, acrescentando que a Panasonic quer "desenvolver a TV de maneira diferente" ao explorar crescimento em vendas para empresas em vez de direcioná-las a consumidores.