HTC prevê queda na receita no 1o trimestre

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 08:22 BRST
 

Por Clare Jim

TAIPÉ, 6 Fev (Reuters) - A fabricante taiuanesa de smartphones HTC prevê receita muito abaixo da esperada para o primeiro trimestre, confirmando expectativas de analistas de que a companhia terá outro trimestre fraco e mais dificuldades para provar aos acionistas de que ainda tem poder inovador.

A fabricante disse nesta segunda-feira acreditar em uma queda de até 36 por cento na receita no primeiro trimestre, para entre 65 bilhões a 70 bilhões de dólares taiuaneses (2,20 bilhões a 2,37 bilhões de dólares), ante 101,42 bilhões de dólares taiuaneses nos três meses anteriores, embora ressalte que as dificuldades são de "curto prazo".

A quinta maior fabricante de smartphones do mundo em vendas deve lançar quatro modelos no fim deste mês no Barcelona Mobile World Congress, incluindo um com design ultrafino, atualmente conhecido como HTC Ville, e um que usa avançados processadores quad-core.

O desafio da HTC, agora, é fazer com que tais dispositivos se destaquem no cada vez mais concorrido mercado dé dispositivos móveis, dizem analistas.

"Isso pode se inverter", disse a diretora de pesquisas da IDC em Cingapura, Melissa Chau, antes de a fabricante anunciar o guidance. "O problema, no entanto, não mudou. Como eles farão a diferença?", questionou.

Uma pesquisa da Thomson Reuters I/B/E/S com 19 analistas estimou que a HTC terá receita de 89,64 bilhões de dólares taiuaneses (3,04 bilhões de dólares) neste trimestre, após queda maior do que a prevista no quarto trimestre, a primeira em dois anos.