HTC cai 7% após previsão para 1º tri; foca-se em novos modelos

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 11:38 BRST
 

TAIPÉ, 7 Fev (Reuters) - A fabricante taiwanesa de smartphones HTC viu suas ações fecharem em queda de 6,9 por cento nesta terça-feira após prever receita no primeiro trimestre muito abaixo do esperado, com as atenções voltadas para os modelos que deve lançar neste mês.

Os novos telefones da quinta maior fabricante de smartphones do mundo chegarão a um mercado muito competitivo no qual Samsung Electronics e Apple já têm grandes fatias e em que fabricantes de baixo custo como a chinesa Huawei se tornaram uma ameaça às marcas tradicionais.

A HTC, que já foi referência em termos de sistema operacional Android mas perdeu uma colocação nos rankings mundiais no último trimestre, tem como desafio fazer os lançamentos terem boa saída.

Software pode ser a solução, já que o campo de batalha está se distanciando do hardware, cujos vendedores consideram mais difícil de diferenciar.

A HTC deve lançar quatro modelos neste mês no Barcelona Mobile World Congress, entre eles um modelo ultrafino, atualmente chamado de HTC Ville, e outro que usa avançados processadores quad-core.

Outros modelos incluem um modelo de última geração chamado Edge, que usa CPU quad-core para aumentar a velocidade de processamento, assim como dois smartphones mais parecidos com outros do mercado.

Os novos telefones darão um gás à companhia, mas não por muito tempo, pois os concorrentes não vão ficar parados.

"O guidance da HTC mostra que a companhia está realmente sob crescente pressão, especialmente em relação aos telefones de tecnologia de ponta. A HTC está expandindo os modelos de última geração, mas este é um setor que Samsung e Nokia já dominam", disse Simon Liu, interinamente à frente do braço de fundos de investimento da Polaris Financial Group.

A HTC previu uma queda de até 36 por cento na receita do primeiro trimestre para 65 bilhões a 70 bilhões de dólares taiwaneses (2,20 a 2,37 bilhões de dólares), de 101,42 bilhões de dólares taiwaneses nos três meses anteriores.

Isso está muito abaixo do que previram 19 analistas que a Thomson Reuters I/B/E/S ouviu, 89,64 bilhões de dólares taiwaneses de receita neste trimestre.

(Por Clare Jim)