Nokia diz que cortará mais 4 mil postos de trabalho

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 07:24 BRST
 

HELSINQUE, 8 Fev (Reuters) - A fabricante de telefones celulares Nokia planeja cortar mais 4 mil postos de trabalho nas unidades na Finlândia, Hungria e México, na medida em que transfere os trabalhos para a Ásia na tentativa de cortar custos.

Os cortes de 8 por cento da força de trabalho da divisão de telefones elevam o total de cortes planejados no grupo para mais de 30 mil.

A companhia sob o comando de Stephen Elop disse em um comunicado que os cortes aconteceriam em etapas durante o ano. A fabricante tem revisado suas operações desde que anunciou o fechamento da unidade na Romênia, em setembro do ano passado.

A Nokia informou que reduzirá 2.300 postos de trabalho na Hungria, cerca de 1.000 na Finlândia e o restante no México.

Em 26 de janeiro, a companhia registrou uma queda de 73 por cento nos lucros do quatro trimestre após as vendas de seus novos telefones com sistema operacional Windows não conseguirem ganhar espaço frente ao domínio do iPhone, da Apple, ou de compensar o declínio de seus smartphones mais antigos.

A Nokia anunciou em abril do ano passado que cortaria 7 mil empregos e revelou cortes de mais 3,5 mil em setembro. O braço de equipamentos de rede Nokia Siemens anunciou cortes de 17 mil funcionários.