Samsung anuncia vendas mais fortes de TVs

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 12:00 BRST
 

SEUL, 8 Fev (Reuters) - A Samsung Electronics, maior fabricante mundial de televisores, informa que as vendas desses aparelhos estão firmes até agora neste ano, e planeja introduzir modelos mais baratos, dada a elevação na demanda por televisores mais simples, anunciou o chefe das operações de TV na quarta-feira.

A demanda por televisores de menor preço vem crescendo nos últimos meses, depois que grupos sul-coreanos de varejo como o E-Mart introduziram modelos de telas planas com preços até 40 por cento mais baixos que os dos televisores rivais, por meio de alianças com pequenos fabricantes locais.

"Já que existe demanda, estamos abertos a esse segmento", disse Kim Hyun-suk, vice-presidente executivo da divisão de televisores da Samsung, a jornalistas.

"Estamos nos preparando para lançar modelos baratos e estamos estudando como otimizar os custos de produção e os preços de varejo. Os modelos (baratos) estarão prontos para chegar ao comércio em um ou dois meses", acrescentou.

A Samsung, a mais lucrativa entre os grandes fabricantes de televisores, também lançou na quarta-feira seu novo modelo mais sofisticado, com a expectativa de que ele ajude a elevar a lucratividade, já que a fragilidade da economia mundial ameaça solapar o crescimento da demanda este ano, depois de crescimento zero em 2010.

O modelo ES8000 tem funções de reconhecimento de voz, movimento e rosto, além de capacidades 3D e de Internet. Estará disponível em tamanhos de 46 a 65 polegadas, e chegará às lojas da Coreia do Sul neste final de semana, antes do lançamento mundial previsto para março.

Kim informou que as vendas de televisores da Samsung este ano até agora vinham sendo mais fortes que as do ano passado, e que a demanda continuava sólida na China.

Enfrentando demanda desacelerada e competição feroz, os fabricantes mundiais de televisores voltam a esperar que produtos de ponta, com telas mais finas, chipsets poderosos e alta definição ajudem a reanimar o crescimento este ano.

A Samsung nos últimos anos conquistou mercado diante de companhias tradicionais do setor, como a Sony, Panasonic e Sharp, as quais vêm enfrentando dificuldades devido à disparada no valor do iene e a linhas de produtos menos competitivos.

Somadas, Panasonic, Sharp e Sony devem sofrer 17 bilhões de dólares em prejuízos este ano, o que destaca a perda de mercado para rivais estrangeiros como a Samsung, a baixa demanda e o iene forte.

(Reportagem de Miyoung Kim)