TV paga no Brasil deve dobrar em cinco anos, diz Anatel

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012 14:29 BRST
 

BRASÍLIA (Reuters) - O mercado de TV paga no Brasil deve dobrar em cinco anos, para 25 milhões de residências, previu nesta terça-feira o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende.

Hoje, esse mercado é de aproximadamente 12 milhões de residências, disse Rezende, após participar de seminário de telecomunicações.

"Com a abertura do mercado de TV a cabo, nós podemos dobrar essa capacidade em cinco anos", disse, referindo-se à lei que autorizou a entrada das teles nesse mercado. Segundo o presidente da Anatel, hoje existem 600 pedidos na agência para novos operadores de TV paga, dos mais variados portes.

Rezende disse também que a Anatel pretende realizar no segundo semestre o leilão de faixas de frequência de 3,5 GHz. Antes disso, porém, a Anatel precisa solucionar a questão da interferência que essa faixa provocaria em antenas parabólicas. "Queremos achar uma solução até maio", disse.

Presente ao mesmo seminário, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o governo deverá realizar em maio o leilão da faixa de 2,5 GHz, para o serviço de quarta geração (4G) da telefonia celular.

(Por Leonardo Goy)