Telefónica tem lucro de 5,4 bi de euros em 2011

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 10:26 BRST
 

MADRI, 24 Fev (Reuters) - A Telefónica foi mais cautelosa sobre suas perspectivas de crescimento para este ano após custos de reestruturação e desaceleração nas receitas terem contribuído para uma redução no lucro líquido do grupo espanhol em 2011.

Sob pressão para reduzir uma dívida de 57 bilhões de euros (76 bilhões de dólares) em um clima de incertezas econômicas, a Telefónica afirmou na quinta-feira que agora vê um crescimento nas receitas de pelo menos 1 por cento no ano, no piso de uma previsão feita há três anos.

A operadora também manteve intacto seu dividendo e sua dívida sobre Ebitda em 2,35 vezes.

O lucro líquido de companhia caiu 47 por cento, para 5,4 bilhões de euros em 2011, quase a metade do que tinha registrado no ano anterior.

Contudo, o número superou a previsão de uma pesquisa da Reuters de lucro líquido de 4,46 bilhões de euros, graças a um inesperado ganho contábil relacionado à incorporação da Vivo, parte do grupo Telefônica Brasil.

As receitas foram em linha com as expectativas, tendo alta de 3,5 por cento.

A Telefónica tem dificuldades para convencer investidores de que cortar o dividendo de dezembro será suficiente para cumprir o programa de redução de dívida.

Com o desemprego na Espanha em 23 por cento e a economia se encaminhando para recessão neste ano, a Telefónica continuará sob pressão, por enquanto, em seu mercado doméstico, que representa 27 por cento das suas receitas.

Em meio a dificuldades de pagar sua grande dívida com um crescimento modesto na receita, analistas têm falado novamente sobre a necessidade da venda de ativos.

(Por Elisabeth O'Leary)