Ericsson estende liderança do mercado, mas com margens menores

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 18:17 BRT
 

ESTOCOLMO, 27 Fev (Reuters) - A Ericsson, maior fabricante de equipamentos para redes de telefonia celular, disse nesta segunda-feira que estendeu substancialmente sua liderança no mercado no ano passado, ao sacrificar margens para expandir a base de clientes.

O lucro da Ericsson caiu à metade no quarto trimestre, atingido por margens menores e pela desaceleração no mercado.

Na conferência anual do mercado de tecnologia em Barcelona, o presidente-executivo Hans Vestberg repetiu que a empresa prevê que as margens continuarão sob pressão por alguns trimestres, em meio à previsão de margens baixas e vendas maiores de serviços.

Mas ele disse que a estratégia da Ericsson de expandir sua área útil de cobertura com operadoras foi bem sucedida.

"No ano passado, nós focamos em expandir nossa fatia de mercado. As indicações preliminares agora que fechamos 2011 são de que fomos de uma fatia de 32 por cento para 38 por cento no mercado de infraestrutura de telefonia celular", disse Vestberg.

"É um grande aumento em fatia de mercado em apenas um ano, refletindo nossa liderança tecnológica, nossa posição com os clientes certos nos mercados certos".

Os rivais mais próximos da Ericsson no mercado de redes para telefonia celular são a Nokia Siemens Network e a chinesa Huawei.

Consolidar sua posição no mercado significa que a Ericsson pode lucrar com base na revolução da telefonia celular, liderada por smartphones e tablets que estão gerando um volume imenso de tráfego de dados em redes.

(Por Simon Johnson)