Nasa diz que sofreu 13 ataques de hackers no ano passado

sábado, 3 de março de 2012 14:46 BRT
 

3 Mar (Reuters) - A Nasa afirmou que hackers roubaram credenciais de funcionários e conseguiram acesso a projetos críticos para missões no ano passado em 13 grandes violações às redes que poderiam prejudicar a segurança nacional dos EUA.

O inspetor-geral da Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço, Paul Martin, depôs esta semana no Congresso sobre as violações, que parecem estar entre as mais significativas dentre uma série de problemas de segurança em agências federais.

A agência espacial descobriu em novembro que os hackers, trabalhando de um endereço de IP (Internet Protocol) da China, invadiram a rede do Laboratório de Propulsão de Jatos (JPL, sigla em inglês) da Nasa, relatou Martin durante o seu depoimento divulgado na quarta-feira. Um dos laboratórios principais da Nasa, o JPL administra 23 espaçonaves que conduzem missões espaciais ativas, incluindo missões a Júpiter, Marte e Saturno.

Ele disse que os hackers tiveram acesso completo ao sistema, que os permitiu modificar, copiar ou deletar documentos delicados, criar novas contas de usuários e implantar novas ferramentas hackers para roubar as credenciais dos usuários e comprometer os sistemas da Nasa. Eles também puderam modificar os acessos ao sistema para esconder suas ações.

Em outro ataque no ano passado, invasores roubaram credenciais para acessar o sistema da Nasa de mais de 150 funcionários.

Martin disse também que a Nasa tem sido devagar para codificar ou embaralhar os dados nos computadores laptops para proteger a informação de cair nas mãos erradas.

Um porta-voz da agência espacial disse à Reuters na sexta-feira que estavam implementando as recomendações feitas pelo inspetor-geral.

(Por Jim Finkle, Irene Klotz, Joseph Menn e Jim Wolf)