Comércio eletrônico deve crescer 25% em 2012, para R$23,4 bi

quarta-feira, 14 de março de 2012 15:15 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas via Internet devem registrar crescimento de 25 por cento em 2012 na comparação com o ano passado, atingindo faturamento de 23,4 bilhões de reais, segundo dados da e-bit, consultoria especializada em comércio eletrônico, divulgados nesta quarta-feira.

De acordo com a e-bit, na primeira metade deste ano, as vendas devem somar 10,4 bilhões de reais.

Em 2011, conforme a consultoria, o setor teve faturamento de 18,7 bilhões de reais, 26 por cento mais que no ano anterior.

No ano passado, o tíquete médio das compras foi de 350 reais, com 9 milhões de pessoas realizando compras via Internet pela primeira vez, sendo 61 por cento desses consumidores pertencentes à classe C. Assim, o setor contabilizou 32 milhões de pessoas que compraram, pelo menos uma vez, por meio deste canal.

"Em 2012, o 'e-commerce' deve continuar crescendo, no mesmo ritmo apresentado em 2011", afirmou a e-bit em nota, citando como incentivos a redução da taxa básica de juro e de impostos.

Em 2011, os produtos mais vendidos via Internet pertenciam às categorias de eletrodomésticos, informática, eletrônicos, cosméticos e perfumaria/cuidados pessoais e moda e acessórios, respectivamente.

A consultoria divulgou ainda dados referentes aos sites de compras coletivas, responsáveis por faturamento de 1,6 bilhão de reais no último ano, com 9,98 milhões de consumidores.

Ainda segundo a e-bit, o público de compras coletivas é majoritariamente feminino, equivalente a 64 por cento do total.

SITES NA MIRA DO PROCON   Continuação...