Ações da Apple continuam a desafiar gravidade e atingem US$600

quinta-feira, 15 de março de 2012 13:45 BRT
 

Por Angela Moon

NOVA YORK, 15 Mar (Reuters) - As ações da Apple passaram da barreira dos 600 dólares pela primeira vez nesta quinta-feira, somente um mês depois de terem chegado à casa dos 500 dólares, também em caráter inédito.

Um dia antes de o novo iPad chegar às lojas nos EUA, os papéis da fabricante chegaram a 600,01 logo após a abertura, e às 13h33 no horário de Brasília estavam cotadas a 591,40 dólares, em alta de 0,31 por cento. Então, o novo iPad -a partir de 499 dólares no varejo- custa menos do que uma ação da fabricante.

O rali da Apple tem sido surpreendente: alta acumulada de 47 por cento no ano e de 10 por cento no mês.

No mês passado, a fabricante se tornou a sexta companhia dos Estados Unidos a superar 500 bilhões de dólares em valor de mercado, um fato notável para uma empresa cuja ação custava cerca de 10 dólares há dez anos. Nenhuma outra dessas companhias -como Exxon Mobil e Microsoft- foi capaz de manter esse valor de mercado ao longo de tempo.

No começo desta semana, Morgan Stanley e Canaccord Genuity elevaram para mais de 700 dólares o preço-alvo da ação da Apple.

Atualmente, a Apple responde por 18,5 por cento do índice de referência Nasdaq 100. O peso tinha caído de 20,5 por cento para 12,3 por cento em abril de 2011, mas a alta do preço fez as ações se recuperarem. Esse índice, então, ficou refém do desempenho de um pequeno número de grandes nomes da tecnologia, como a própria Apple.