Ex-CEO da Olympus lançará livro sobre fraude no Japão

terça-feira, 20 de março de 2012 15:17 BRT
 

LONDRES, 20 Mar (Reuters) - Michael Woodford, o demitido presidente-executivo da Olympus que virou denunciante, está publicando suas memórias de uma das maiores fraudes do Japão a tempo da votação-chave dos acionistas pela aprovação de novos gestores para a companhia, em abril.

A edição japonesa vai seguir em junho à de língua inglesa, em que o contador Woodford tem sido comparado a um thriller de John Grisham.

O livro de 300 páginas deve manter alta a pressão sobre a companhia que demitiu Woodford depois que ele revelou uma fraude contábil de 1,7 bilhão de dólares em outubro passado.

"Nós queremos lançar a versão japonesa o mais rapidamente possível, enquanto ele permanece atual", disse Woodford em uma entrevista por telefone nesta terça-feira.

A reunião de acionistas da Olympus, agendada para o dia 20 de abril, vai deliberar sobre a aprovação de nova equipe de gestores no lugar do amplamente desacreditado Conselho.

Woodford, um veterano com 30 anos de Olympus que iniciou sua carreira na fabricante de endoscópios e câmeras como um vendedor no Reino Unido, já iniciou uma batalha legal em Londres por demissão sem justa causa, em razão da discriminação e denúncias.

O Conselho da Olympus demitiu Woodford em 14 de outubro de 2011, apenas duas semanas após sua promoção ao cargo de presidente-executivo. A companhia disse que ele falhou em entender o estilo de gestão e a cultura japonesa.