Vendas de software impulsionam resultados da Oracle

terça-feira, 20 de março de 2012 19:14 BRT
 

Por Jim Finkle

BOSTON, 20 Mar (Reuters) - Os resultados da Oracle superaram as estimativas do mercado após as vendas de novos softwares se aproximarem das melhores previsões da empresa, compensando uma queda aguda em receita de hardware.

O papel da fabricante de softwares subiu 2,6 por cento na bolsa de Nova York após as notícias, contrastando com a onda de vendas há três meses quando seu lucro no segundo trimestre ficou aquém das previsões de analistas em uma década.

A Oracle registrou lucro, excluindo itens não recorrentes, de 0,62 dólar por ação no terceiro trimestre encerrado em 29 de fevereiro, acima da previsão média de 0,56 dólar, de acordo conm analisas ouvidos pelo serviço Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas de software avançaram 7 por cento comparadas a um ano antes para 2,4 bilhões de dólares, aproximando-se das melhores expectativas da empresa.

A Oracle, terceira maior fabricante de softwares do mundo após a Microsoft e a IBM, havia previsto que novas vendas de software subiriam entre 0 e 10 por cento ante um ano antes, na última vez em que divulgara seus resultados, em 20 de dezembro.

Investidores acompanham de perto as vendas de novos softwares porque eles costumam gerar altas margens e contratos de longo prazo e são um importante termômetro dos lucros futuros da Oracle.

Para não deixar dúvidas, o crescimento de 7 por cento registrado no terceiro trimestre é mais baixo do que o que foi registrado nos períodos anteriores, o que não é um bom presságio para os lucros futuros, disse a analista Kim Forrest, do Fort Pitt Capital Group.

"No ano fiscal de 2011, eles ficaram na casa dos dois dígitos, mas agora têm apenas um dígito. Isso nunca é uma boa tendência", disse.

A empresa também reportou nesta terça-feira que a venda de produtos de hardware caiu 16 por cento para 869 milhões de dólares. A empresa havia previsto um declínio de entre 5 e 15 por cento.