Oracle processa Google ante impasse para acordo sobre patentes

segunda-feira, 2 de abril de 2012 19:22 BRT
 

Por Dan Levine

SAN FRANCISCO, 2 Abr (Reuters) - A Oracle e o Google chegaram a um "impasse irreconciliável" nas negociações de um processo de propriedade intelectual e os advogados da companhia devem se preparar para julgamento, determinou um juiz nos Estados Unidos nesta segunda-feira.

O juiz Paul Grewal afirmou que não iria convocar nenhuma conferência para acordo no processo de patentes e direitos autorais contra o Google sobre a linguagem de programação Java.

Um representante do Google não pode ser imediatamente encontrado para comentário. Uma porta-voz da Oracle se recusou a comentar. O julgamento está atualmente marcado para começar em 16 de abril, sob a jurisdição de William Alsup, em São Francisco.

A Oracle processou o Google em 2010, alegando que a empresa líder de pesquisa na Internet e operadora da tecnologia móvel Android viola patentes do Java, da Oracle.

O Google se ofereceu para pagar a Oracle cerca de 2,8 milhões de dólares em danos nas duas patentes restantes no caso, abrangendo o período até 2011, segundo um documento arquivado em conjunto pelas empresas na semana passada.

Para futuras indenizações, o Google se propôs a pagar a Oracle 0,5 por cento da receita do Android em uma patente até dezembro e 0,15 por cento em uma segunda patente que expira até o final de abril de 2018.

A Oracle recusou a oferta por ser muito baixa, disse o documento.

Além dos pedidos de patentes, a Oracle também busca centenas de milhões de dólares em danos sobre alegações de violação de direitos autorais contra o Google. A Oracle adquiriu a linguagem de programação Java através da compra da Sun Microsystems em 2010.