Presidente da varejista norte-americana Best Buy renuncia

terça-feira, 10 de abril de 2012 11:58 BRT
 

10 Abr (Reuters) - O presidente-executivo da Best Buy Brian Dunn deixou a maior rede de lojas de produtos eletrônicos do mundo, que tenta agradar aos investidores com mudanças em altos cargos.

A companhia, que enfrenta acirrada concorrência de lojas online ou que dão maiores descontos, teve vendas abaixo das expectativas por vários trimestres seguidos.

Sob o comando de Dunn, que durou menos de três anos, á Best Buy foi criticada por se tornar um showroom para a Amazon.com e outras varejistas na Internet, com consumidores indo às lojas físicas da Best Buy para olhar e manusear eletrônicos como televisores de alta definição para depois comprá-los em outros lugares, como a Web, por preços menores.

O diretor Mike Mikan será o presidente-executivo interino enquanto a companhia procura por um substituto definitivo. Mikan é diretor da Best Buy desde abril de 2008, quando chegou da UnitedHealth Group.

"Houve um consenso de que era hora de uma nova liderança para lidar com os desafios da companhia", disse a Best Buy em comunicado.

O fundador Richard Schulze continua como presidente de Conselho.

Às 11h48 (horário de Brasília), as ações da Best Buy caíam 2,6 por cento, para 22,07 dólares.

(Por Dhanya Skariachan)