EUA acusam Apple e editoras de fixarem preços de e-books

quarta-feira, 11 de abril de 2012 12:07 BRT
 

11 Abr (Reuters) - A Apple e várias grandes editoras foram acusadas pelo governo dos Estados Unidos de combinarem preços de e-books e limitarem a formação de preço no varejo, de acordo com queixa apresentada nesta quarta-feira.

"A Apple facilitou os esforços das editoras para acabar com a concorrência no preço do varejo coordenando a adoção de um modelo por todas as varejistas", de acordo com a queixa, em uma divisão antitruste do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, na corte federal de Manhattan.

Entre as editoras estão Hachette, HarperCollins, MacMillan, Penguin, Pearson e Simon & Schuster, unidade da CBS.

(Por Grant McCool)