Leilão de 4G pode atrair estrangeiros e novos participantes

sexta-feira, 13 de abril de 2012 12:26 BRT
 

Por Leonardo Goy

BRASÍLIA, 13 Abr (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) avalia que pode haver interesse de competidores estrangeiros e novos participantes nacionais no leilão destinado à Internet móvel de quarta geração (4G), disse nesta sexta-feira o presidente da agência, João Rezende.

Na noite de quinta-feira, o Conselho do órgão regulador aprovou o edital de licitação das faixas para o 4G, que operarão na frequência de 2,5 gigahertz (GHz) e também faixas de 450 MHz para serviço móvel na área rural.

Segundo Rezende, o edital deve ser publicado na semana de 22 de abril. O leilão, por sua vez, deve ocorrer por volta de 11 de junho.

"As operadoras que já estão aqui competindo dificilmente deixarão de participar, mas pode haver competidores de fora ou até do Brasil que não operem com SMP (Serviço Móvel Pessoal) e podem entrar nesse processo", disse Rezende.

O leilão de 4G terá como critério o da maior outorga paga ao governo e o de 450 MHz, o de menor preço para o usuário.

Os estudos econômicos que embasam o estabelecimento a outorga mínima (para o 4G) e do teto da tarifa (para o serviço rural) estão ainda sob análise do Tribunal de Contas da União (TCU).

Por conta disso, Rezende preferiu não fazer estimativas sobre o preço das licenças ou sobre quanto pode ser arrecadado.

Os principais participantes do mercado incluem a Vivo (da Telefônica Brasil), a TIM Participações (da Telecom Italia), a Claro (da América Móvil) e a Oi.   Continuação...