Oracle tenta garantir participação no Android, diz Google

terça-feira, 17 de abril de 2012 15:30 BRT
 

SAN FRANCISCO, 17 Abr (Reuters) - A Oracle tenta obter uma participação do Android garantindo direitos de propriedade intelectual, mesmo sem ter ligação com o desenvolvimento do sistema operacional voltado a smartphones, disse num tribunal um advogado do Google.

A divulgação de comunicados entre a Oracle e o Google continuou nesta terça-feira em um tribunal federal de San Francisco. O presidente-executivo da Oracle, Larry Ellison, deve depor ainda nesta terça-feira.

A Oracle processou o Google em agosto de 2010 sobre patentes e direitos autorais para a linguagem de programação Java. De acordo com a Oracle, o sistema operacional Android, do Google, atropela os direitos de propriedade intelectual do Java, que adquiriu quando comprou a Sun Microsystems, em 2010.

O Google diz que não violou as patentes da Oracle e que a mesma Oracle não pode ter direitos reservados de certas partes do Java. O julgamento pelo juiz distrital dos Estados Unidos William Alsup está previsto para durar pelo menos oito semanas.

O advogado do Google Robert Van Nest reconheceu nesta terça-feira que executivos do Google já haviam negociado uma possível parceria com a Sun para desenvolver o Android.

"Quando as negociações falharam, os engenheiros do Google fizeram o Android por conta própria, sem qualquer tecnologia da Sun", disse Van Nest.

(Por Dan Levine)