Investidor da Apple busca por sinal de turbulência em resultados

quarta-feira, 18 de abril de 2012 13:51 BRT
 

Por Poornima Gupta

SAN FRANCISCO, 18 Abr (Reuters) - Os resultados da Apple serão dissecados com mais atenção que nunca na semana que vem, depois de uma oscilação nas ações que provocou preocupações em Wall Street quanto a uma possível perda de ímpeto na alta inacreditável de seus papéis.

Cinco dias consecutivos de recuos nas ações da companhia mais valiosa do mundo despertaram o temor de que ela tivesse ingressado no temido território das bolhas, e que uma queda forte esteja a caminho. Na terça-feira, as ações da Apple reverteram o curso e subiram 5 por cento.

Em meio a grandes desafios judiciais em diversos continentes, crescente concorrência do sistema operacional Android, do Google, agora o software mais usado para aparelho móveis, e incertezas quanto o que e como será o novo produto revolucionário da empresa, investidores mais cautelosos estão reavaliando suas posições e realizando alguns lucros antes que a Apple anuncie seu resultado do segundo trimestre fiscal, na próxima terça-feira.

Há motivos para cautela. As ações da Apple subiram quase 60 por cento neste ano, para um pico de 644 dólares. O menor sinal de problemas no anúncio de resultados pode resultar em novas decisões de realização de lucros.

"Qualquer decepção com a Apple pode resultar em venda significativa em curto prazo", disse Channing Smith, co-administrador do Capital Advisors Growth Fund.

"Acreditamos na Apple em longo prazo? Com certeza, mas à medida que avançamos, quando as ações passam dos 600 dólares é hora de pensar que a turbulência é grande e que as expectativas podem estar um pouco exageradas", acrescentou.

As ações da Apple caíram 7 por cento quando a empresa deixou pela primeira vez em anos de cumprir as expectativas de Wall Street, em outubro.

Caso os investidores decidam estacionar seu dinheiro em outro lugar, muita gente acredita que terminarão por retornar.   Continuação...

 
Consumidores observam novo iPad em loja da Apple em Toronto. Os resultados da Apple serão dissecados com mais atenção que nunca na semana que vem, depois de uma oscilação nas ações que provocou preocupações em Wall Street quanto a uma possível perda de ímpeto na alta inacreditável de seus papéis Foto de arquivo. 16/03/2012   REUTERS/Mark Blinch