EUA vão punir quem usar tecnologia para abusos, diz jornal

segunda-feira, 23 de abril de 2012 08:35 BRT
 

WASHINGTON, 23 Abr (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai baixar nesta segunda-feira uma portaria permitindo a imposição de sanções a cidadãos estrangeiros que usem novas tecnologias, como o monitoramento de celulares e internet, para promover violações de direitos humanos, disse o jornal The Washington Post.

Segundo o jornal, uma fonte de alto escalão afirmou que a portaria tem como alvo empresas e pessoas que ajudam o Irã e a Síria, mas que futuras normas poderão ampliar a lista.

Segundo o jornal, a ordem observa que, embora as mídias sociais e celulares tenham ajudado ativistas pró-democracia a se organizarem no Oriente Médio, esses meios também permitiram que serviços de segurança de nações autocráticas, como Síria e Irã, realizassem a vigilância de dissidentes e bloqueassem o acesso à internet.

O Post disse que a medida será anunciada por Obama em um discurso no Museu Memorial do Holocausto, em Washington. O jornal acrescentou que o presidente informará ter pedido que a Estimativa Nacional de Inteligência, preparada pelas várias agências de informações do governo, avalie pela primeira vez o potencial para assassinatos em massa em outros países e suas implicações para os interesses dos EUA.