Lucro da ZTE no 1º trimestre fica abaixo do esperado

quarta-feira, 25 de abril de 2012 10:51 BRT
 

HONG KONG, 25 Abr (Reuters) - A ZTE, da China, quinta maior fabricante mundial de equipamento para telecomunicações, reportou lucro inferior ao esperado para o primeiro trimestre, depois de uma desaceleração nos gastos do setor de telecomunicações e em função de guerras de preços.

A ZTE e sua rival local Huawei Technologies cortaram seus preços a fim de capturar mais mercado, em meio à desaceleração no mercado mundial de equipamentos para telecomunicação, uma estratégia que afetou sua lucratividade, disseram analistas.

Para ampliar suas margens, as duas fabricantes sediadas em Shenzhen planejam oferecer serviços de valor adicionado e ampliar as vendas de bens ao consumidor, tais como celulares inteligentes e tablets, anunciaram as empresas.

O lucro líquido não auditado da companhia no primeiro trimestre foi de 150,87 milhões de iuanes (23,92 milhões de dólares), ante 127,29 milhões de iuanes no período em 2011, a ZTE informou na quarta-feira. O resultado ficou abaixo da projeção média de 183 milhões de iuanes entre três analistas consultados pela Reuters.

No começo da semana, a Huawei reportou declínio de 53 por cento no seu lucro em 2011, mesmo com a alta nas vendas de 11,7 por cento.

"Os concorrentes ocidentais recebem positivamente a notícia de que a Huawei e a ZTE passarão a se preocupar mais com as margens de lucro", disse Daryl Scholar, principal analista do grupo de pesquisa Ovum para o setor de infraestrutura de telecomunicações, em Shenzhen.

"Uma das maiores queixas que ouço em minhas conversas com os concorrentes das duas é que elas conquistam negócios ao oferecer preços baixos e termos financeiros muito favoráveis, dado o apoio que recebem dos bancos chineses", acrescentou.

Os fabricantes chineses de equipamentos para telecomunicações recebem apoio de bancos estatais como o China Development Bank , na forma de empréstimos a juros baixos para projetos de infraestrutura de rede nos países em desenvolvimento, de acordo com o analista.

(Por Lee Chyen Yee)