Acionista processa Google para impedir desdobramento de ações

segunda-feira, 30 de abril de 2012 19:15 BRT
 

WILMINGTON, 30 Abr (Reuters) - O Google e seu conselho foram processados nesta segunda-feira por um acionista que quer interromper os planos da empresa de desdobrar sua ação, já que ele torna sólida a posição dos co-fundadores da companhia, Larry Page e Sergey Brin, de acordo com documentos jurídicos.

O Google anunciou seu plano surpresa de desdobramento de ações no início deste mês, em que acionistas receberão uma nova ação não-votante "Classe C" para cada ação existente "Classe A".

Como resultado, o Google será capaz de emitir novas ações para aquisições e prêmios a funcionários sem diluir a fatia de 56,3 por cento de ações com direito a voto da qual são donos Page e Brin ou reduzir seu "punho de aço" sobre o Google, de acordo com o processo.

O Google não respondeu imediatamente a pedidos de comentários.

O processo do Brockton Retirement Board acusou os co-fundadores do Google e o Conselho de desrespeitar seus deveres fiduciários perante os acionistas da companhia.

Page e Brin "desejam manter seu poder e ao mesmo tempo vender grandes quantidades de suas ações e receber lucro de bilhões de dólares", diz o processo, que foi registrado no Tribunal de Chancery, em Delaware, onde está incorporado o Google, que é sediado em Mountain View, na California.

O processo diz que o desdobramento de ações essencialmente dará bilhões de dólares em ações aos co-fundadores por nada.

O processo também disse que o "comitê especial" de diretores do Google que aprovou o desdobramento de ações não buscou uma opinião justa de seu conselheiro financeiro e nunca emitiu um acordo de que os fundadores continuarão trabalhando para a empresa.

(Por Tom Hals)