Pela Internet, premiê da Itália pede dicas para cortar gastos

quinta-feira, 3 de maio de 2012 10:11 BRT
 

MILÃO, 3 Mai (Reuters) - O primeiro-ministro da Itália, Mario Monti, recorreu à internet para pedir dicas sobre como cortar gastos públicos, como parte dos seus esforços para poupar 4,2 bilhões de euros (5,5 bilhões de dólares) até o final do ano.

Desde segunda-feira cerca de mil sugestões já foram enviadas por meio de um formulário simples que está disponível no site www.governo.it.

Monti tomou posse no ano passado com a tarefa de impor um programa de austeridade que inclui elevação de impostos e uma reforma previdenciária. Agora, ele busca formas de cortar gastos, na esperança de evitar assim um novo aumento no IVA (impostos sobre consumo).

O governo italiano tem usado a internet para tentar ser mais transparente. "“Queixas sobre o custo da máquina política e da evasão tributária são as questões mais comumente tratadas pelos cidadãos", disse Gianluca Sgueo, que coordena a equipe que analisa os cerca de 5.000 emails e cartas recebidos todos os meses pelo governo. “

"As mensagens variam de queixas sobre um certo político ganhando dinheiro demais, até sugestões detalhadas para a tributação", acrescentou Sgueo.

Além de buscar sugestões populares, Monti nomeou nesta semana uma força-tarefa de economistas com a missão de identificar áreas em que os gastos públicos podem ser reduzidos ou eliminados.

(Reportagem de Lisa Jucca)