Lenovo lança TV inteligente na China

terça-feira, 8 de maio de 2012 10:49 BRT
 

PEQUIM/HONG KONG, 8 Mai (Reuters) - O que não é capaz de mudar ao longo de quase 50 anos? Foi por volta de 1965 que expressões como "“máquina de fazer loucos" e “caixinha de idiotices" foram cunhadas para descrever os pequenos televisores de tubos de raios catódicos e o conteúdo que veiculavam, tido por muitos como estúpido.

Em 2012, porém, estamos na era da "“televisão inteligente", um modelo de tela LED plana esguio, elegante e grande que permite conexão com a Internet e que o usuário baixe filmes, jogue videogames e converse pelo Skype.

As televisões inteligentes são o mais recente motivo de briga entre gigantes da eletrônica como Apple, Samsung Electronics e Lenovo; todos se esforçam por capturar o interesse e o dinheiro de consumidores ávidos por conteúdo 3D e em telas de alta definição sem precisar sair de casa.

O mais recente lançamento desse mercado foi feito pelo Lenovo em Pequim na terça-feira. A segunda maior fabricante mundial de computadores exibiu seu televisor inteligente K91, com tela de 55 polegadas; os convidados puderam ler microblogs, jogar partidas simuladas de tênis e assistir ao filme "“A Origem".

Embora relativamente bem estabelecidos em outros mercados, os televisores inteligentes estão demorando a ganhar impulso na China devido às restrições ao conteúdo e porque o conceito é relativamente novo.

A série K será a primeira linha de televisores inteligentes do Lenovo, e a companhia decidiu lançá-la em seu mercado de origem porque afirmou que é mais fácil negociar acordos de conteúdo na China.

“"Estivemos muito ocupados, nas últimas semanas, semeando o futuro", disse Yang Yuanqing, presidente-executivo e do conselho do Lenovo. “Nossa companhia quer ser não só um importante fornecedor de computadores como líder mundial no fornecimento de aparelhos para acesso a Internet aos consumidores".

A companhia talvez precise lutar para recuperar o atraso diante de concorrentes fortes como a Samsung e a Apple, que estão apresentando produtos nessa categoria. Outra companhia sul-coreana, a LG Electronics, segunda maior fabricante mundial de televisores, pretende lançar TVs com acesso à Internet nos Estados Unidos este mês, usando a plataforma Google TV.

(Por Huang Yuntao e Lee Chyen Yee)