Telecom Italia vê solução para presidência da TIM em 3 meses

quinta-feira, 10 de maio de 2012 10:28 BRT
 

MILÃO/SÃO PAULO, 10 Mai (Reuters) - O presidente da Telecom Italia, Franco Barnabé, disse nesta quinta-feira que vê uma solução para a presidência da TIM em três meses, após a renúncia de Luca Luciani do comando da operadora brasileira.

Luciani, que ocupava a presidência-executiva da TIM Participações, controlada pela companhia italiana, renunciou a todos os cargos por ele exercidos nas empresas do grupo.

O executivo é alvo de investigação de autoridades italianas envolvendo chips de telefonia móvel irregulares.

Andrea Mangoni, atual vice-presidente financeiro da Telecom Italia, assumiu interinamente o cargo de diretor-presidente da companhia brasileira.

"Primeiro de tudo, o sucesso de uma empresa é a criação de um grupo de pessoas e o grupo ainda está em vigor", disse Barnabé em teleconferência sobre os resultados do grupo.

"Andrea Mangoni ocupará esse papel (de diretor-presidente) e irá gerenciar a transição", acrescentou. "Eu, pessoalmente, estou envolvido na história e estamos confiantes de que encontraremos uma solução dentro de três meses".

A investigação, que já dura cinco anos, analisa a ativação supostamente fraudulenta de cerca de 37 mil chips (SIM cards). Alguns destes chips foram ativados para usuários falecidos ou ficcionais, segundo investigadores à época.

(Por Redações Milão e São Paulo)