Novos modelos baratos da Nokia apostam em jogos e Internet

terça-feira, 15 de maio de 2012 15:30 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia reforçou seu portfólio de celulares mais básicos com dois modelos com acesso a jogos, aplicativos e à Internet, na expectativa de recuperar sua participação em mercados emergentes.

Após ter perdido sua posição no mercado de smartphones para o iPhone, da Apple, e para modelos que operam com o sistema Android, do Google, a Nokia também está perdendo força no mercado de celulares com capacidades básicas, que tem sido um constante gerador de lucros para a empresa.

As vendas de celulares básicos da Nokia caíram 16 por cento nos três primeiros meses de 2012 e recuaram em quatro dos últimos cinco trimestres, enquanto rivais como as chinesas ZTE e Huawei têm crescido rapidamente.

A maior ferramenta de busca da China, a Baidu, também planeja ingressar no mercado de celulares com um smartphone de baixo preço.

O novo modelo Nokia 110 será vendido por 35 euros a partir do segundo trimestre, enquanto o modelo 112 será vendido por 38 euros a partir do terceiro trimestre. Ambos os celulares utilizarão o sistema Series 40, da fabricante finlandesa.

A Nokia informou que os novos modelos virão com uma licença para fazer download de 40 jogos desenvolvidos pela Electronic Arts e oferecerão acesso à Internet com um novo navegador desenvolvido a partir da aquisição da norte-americana Novarra, em 2010.

"Esses produtos têm importância crítica para que a Nokia mantenha tração face à crescente competição da Samsung e de rivais chineses", disse o analista Geoff Blaber, do CCS Insight.

Cerca de 105 milhões de celulares básicas, mas com tela sensível a toques foram vendidos no ano passado no mundo, mas a Nokia teve uma reação lenta. A empresa deve revelar um novo modelo de celular básico com tela totalmente sensível a toques, o Nokia 306, apenas nos próximos meses.

A ação da Nokia acumula perdas de 90 por cento nos últimos cinco anos, e duas das três principais agências de classificação de risco reduziram as classificações de sua dívida para "junk" (grau altamente especulativo) no mês passado. Nesta terça-feira, a ação da companhia fechou em queda de 2,74 por cento.