Presidentes da Apple e Samsung negociarão em tribunal dos EUA

segunda-feira, 21 de maio de 2012 11:02 BRT
 

Por Dan Levine

21 Mai (Reuters) - Os presidentes-executivos da Apple e da Samsung Electronics ficarão cara a cara nesta segunda-feira em uma mediação judicial direta nos Estados Unidos sobre uma disputa na qual a fabricante do iPhone afirma que a empresa coreana copiou alguns de seus produtos.

Tim Cook, da Apple, e Choi Gee-sung, da Samsung, foram instruídos por um juiz federal a comparecer ao tribunal em San Francisco para resolver a amarga disputa sobre patentes.

Documentos apresentados ao tribunal em abril afirmavam que "como o tribunal instruiu, Apple e Samsung estão dispostas a participar" das discussões. Em outras palavras, o diálogo não foi exatamente ideia das empresas.

Os tribunais dos Estados Unidos vêm exigindo com cada vez mais frequência que as partes envolvidas em disputas civis tentem mediação, e os tribunais federais do norte da Califórnia foram pioneiros em pressionar os litigantes a adotar formas alternativas de resolução de disputas.

A mediação também se tornou rotina em grandes casos de propriedade intelectual. Na semana passada, por exemplo, um juiz federal do Delaware ordenou mediação em uma disputa de patentes entre a Apple e a HTC, fabricante taiwanesa de celulares.

Em alguns casos, os tribunais levaram os esforços a outro nível, forçando presidentes-executivos a tentar resolver disputas diretamente. É o equivalente empresarial da terapia, mas no caso das empresas os dois lados podem recorrer a equipes de advogados.

Como advogados podem perder o controle de suas emoções no calor de um julgamento, e com isso podem terminar detestando os oponentes, recorrer a uma pessoa com poder de decisão e cargo superior que não participe diretamente da disputa faz sentido, disse Wayne Brazil, ex-magistrado federal norte-americano que criou o programa alternativo de resolução de disputas no norte da Califórnia.

Apple e Samsung, as maiores fabricantes de celulares do mundo, são ferozes rivais, e o resultado da batalha judicial pode dar vantagens cruciais de mercado ao vencedor. A Apple acusou a Samsung de copiar seu iPhone e iPad, com produtos acionados pelo sistema operacional Google Android, e a Samsung rebateu com processos em que acusa a Apple de violação de patentes.