22 de Maio de 2012 / às 15:27 / 5 anos atrás

Oi participará do leilão de 4G

RIO DE JANEIRO, 22 Mai (Reuters) - A Oi pretende participar do leilão de 4G, programado para junho pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), disse o diretor financeiro da empresa, Alex Zornig, nesta terça-feira.

"O que falta é definir como vamos entrar e quanto", disse ele a jornalistas.

Segundo Zornig, alguns detalhes sobre o edital do leilão 4G ainda não estão muito claros e a empresa aguarda mais esclarecimentos para definir a forma de atuação no certame.

"A gente sempre está presente em qualquer leilão, mas precisa ver as regras. Tem algumas coisas que não estão claras, como as garantias. O edital está meio confuso. E também como fica a história do espectro nas capitais", disse Zornig, ressaltando que a empresa já demandou mais esclarecimentos à Anatel, com as demais grandes operadoras.

Ao ser questionado se a Oi estaria mais otimista largando na frente ao antecipar a participação no leilão, Zornig declarou "que os concorrentes estão jogando o jogo e estão na defesa".

O diretor de Relações com Investidores da TIM Participações, Rogério Tostes, sinalizou a possibilidade de a empresa participar do leilão de 4G, mas foi menos enfático.

"Estamos ok de frequência. Não há necessidade de curtíssimo prazo, mas espectro é oxigênio... Estamos no momento de traçar estratégias para o leilão", disse o executivo da TIM a jornalistas.

Tostes acrescentou que o preço estabelecido pela Anatel para o leilão de 4G não assustou a empresa e o eventual desembolso não está no atual plano de investimentos da TIM, mas a empresa tem flexibilidade de endividamento.

DIVERSIFICAÇÃO DE NEGÓCIOS

Zornig, da Oi, afirmou que nos próximos meses a operadora fará uma diversificação de seus negócios. Segundo ele, essa diversificação não significa a compra de uma nova operadora, mas afirmou que ela tem a ver com uma maior verticalização da companhia.

"Não posso falar, porque isso é estratégico, mas tem coisas na ponta que dá para comprar... Pode ser um fornecedor ou uma cadeia", disse o executivo.

"Telecomunicações hoje não é só vender telefone. É conteúdo, instalar equipamentos e outros. É verticalizar o processo."

Por Rodrigo Viga Gaier e Juliana Schincariol

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below