Ações da Dell despencam, temores com gastos em PCs derrubam HP

quarta-feira, 23 de maio de 2012 17:18 BRT
 

23 Mai (Reuters) - As ações da Dell chegaram a cair 18 por cento nesta quarta-feira, em direção a sua pior perda diária em mais de uma década, após uma previsão de receita fraca e resultados trimestrais decepcionantes dar força a temores de que os gastos mundiais em tecnologia estejam se enfraquecendo mais rápido do que o esperado.

Às 16h57, as ações da Dell caíam 17,30 por cento a 12,48 dólares na Nasdaq após a empresa ter divulgado uma prévia de receita entre 14,7 bilhões e 15 bilhões de dólares para o atual trimestre, abaixo da média das estimativas de analistas de 15,4 bilhões de dólares.

A Lenovo, cujos resultados trimestrais, divulgados durante a noite, beneficiaram-se de sua posição dominante no continuamente em expansão mercado chinês, impulsionou preocupações após alertar que observou desaceleração nos gastos corporativos nos Estados Unidos e na Europa em computadores pessoais.

Às 16h59, as ações da líder mundial HP recuavam 3,21 por cento, às 21,08 dólares, horas antes de a empresa anunciar seus resultados trimestrais e elaborar sobre a demissão de mais de 8 por cento de seus funcionários em todo o mundo.

O crescimento da popularidade de dispositivos de computação portátil, como o iPad, da Apple, tem prejudicado as vendas de computadores há anos. Para combater a erosão nas vendas para consumidores, além da redução das margens enquanto empresas competem com preços, a Dell e a HP têm se focado cada vez mais em vendas a grandes empresas.

A Dell tem diversificado sua base de receita em face à fraqueza na demanda de consumidores, abrindo mão de vendas com baixas margens a consumidores e transferindo-se para áreas de margens maiores, suprindo, por exemplo, as necessidades tecnológicas de pequenas e médias empresas do setor público e do setor de saúde.

(Por Poornima Gupta, Supantha Mukherjee e Sinead Carew)