Google anuncia mudanças no negócio de comércio eletrônico

quinta-feira, 31 de maio de 2012 16:55 BRT
 

Por Alistair Barr

SAN FRANCISCO, 31 Mai (Reuters) - O Google revelou nesta quinta-feira grandes mudanças em seu negócio de vendas online, que provavelmente se mostrarão controversas no segmento de comércio eletrônico.

A partir de setembro, os resultados de buscas por produtos para usuários nos Estados Unidos serão influenciados pelo valor pago por vendedores e anunciantes, disse um executivo da empresa. Antes, os resultados eram exibidos principalmente por relevância, e o programa era gratuito.

A companhia também irá renomear o serviço, atualmente chamado Google Product Search, para Google Shopping.

"Estamos começando a transição do Google Product Search nos EUA para um modelo puramente comercial", disse o vice-presidente de administração de produtos do Google Shopping, Sameer Samat. "Isso concederá a vendedores maior controle sobre a posição em que seus produtos aparecem no Google Shopping".

O Google está presente no setor de listagem e busca de produtos há cerca de uma década. Durante esse período, a empresa forneceu a vendedores acesso gratuito a compradores.

O Google lucrava por meio da exibição de anúncios pagos de produtos junto às listagens orgânicas, ou gratuitas, de outros produtos, de acordo com o presidente-executivo da Mercent, Eric Best. A Mercent ajuda vendedores a disponibilizar seus produtos por meio do Google e de outros sites de comércio online, como Amazon.com e eBay.

"Hoje, esse modelo desaparece", disse Best. "É um grande acontecimento".