Cisco processa TiVo por aparelhos de gravação de vídeo

sexta-feira, 1 de junho de 2012 15:15 BRT
 

Por Liana B. Baker e Jonathan Stempel

1 Jun (Reuters) - A Cisco registrou um processo com o objetivo de anular quatro patentes da TiVo relacionadas a gravadores de vídeo, acelerando uma batalha pelo direito de lucrar com a venda dos aparelhos.

Num documento registrado na quarta-feira, a Cisco disse que a TiVo resistiu em fornecer uma licença ampla para sua tecnologia porque, caso a empresa o fizesse, não seria mais capaz de processar -e, em última instância, resolver a questão fora dos tribunais- outras companhias devido ao uso indevido de suas patentes, uma importante fonte de receita.

A Cisco vende gravadores de vídeo por meio de sua divisão Scientific Atlanta para empresas como a AT&T, Time Warner e Verizon.

"Na falta de uma declaração de invalidez e/ou não-infringimento, a TiVo continuará a alegar erroneamente que aparelhos de gravação de vídeo e clientes da Cisco infringem as patentes da TiVo, causando então danos irreparáveis à Cisco".

A Cisco abriu processo na corte federal de sua cidade de sua sede, em San Jose, na California. A empresa está esperando um veredicto que invalide as patentes da TiVo ou declare que a Cisco e seus produtos não as infringem.

Um porta-voz da TiVo não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

A TiVo vende seus próprios aparelhos e tecnologias para operadoras de televisão a cabo incluindo a Charter, DirecTV e Virgin Media.