Verizon busca cortar 1,7 mil postos de trabalho

segunda-feira, 4 de junho de 2012 18:38 BRT
 

4 Jun (Reuters) - A operadora Verizon está planejando cortar 1,7 mil postos de trabalho por meio de um programa de demissão voluntária para técnicos e atendentes de call-center.

A companhia, que tenta cortar custos no decrescente negócio de telefonia fixa, disse nesta segunda-feira que vai recorrer a demissões involuntárias se poucas pessoas recorrerem ao pacote oferecido.

A Verizon afirmou que é muito cedo para estimar o impacto financeiro do plano, anunciado na semana passada a sindicatos de vários Estados.

A empresa, que emprega de 192 mil pessoas ao todo, vem negociando há meses com sindicatos sobre o contrato de 45 mil funcionários, cerca de metade da força de trabalho de seu negócio de rede fixa. Os trabalhadores fizeram greve por duas semanas em agosto do ano passado.

O porta-voz Richard Young disse que as negociações estavam avançando, mas se negou a entrar em detalhes.

A companhia afirmou ter feito a oferta por causa do excesso de funcionários em certas partes da divisão de rede fixa.

(Por Sinead Carew)