Amazon e Google entram na disputa por novos domínios na Internet

quarta-feira, 13 de junho de 2012 12:05 BRT
 

LONDRES, 13 Jun (Reuters) - Uma disputa sem precedentes por novos endereços na Internet teve início nesta quarta-feira, com feroz concorrência por nomes de domínio como .app, .blog e .web por parte de interessados em romper o quase monopólio do domínio .com.

O ambicioso plano de liberalização dos endereços de Internet atraiu 1,93 mil pedidos de registro, quase metade deles provenientes da América do Norte, com gigantes como Amazon e Google solicitando dezenas de domínios como .cloud, .buy e .book.

A liberalização dos domínios de primeiro nível para além das menos de duas dúzias de sufixos existentes -dominados por .com. .org e .net- tem por objetivo estimular a concorrência e a inovação ao oferecer às organizações maior controle sobre sua presença na Web.

Críticos dizem ser improvável que os novos sufixos ganhem espaço, e alguns detentores de marcas registradas alegam que as mudanças lhes causarão despesas desnecessárias -já que o custo de cada pedido é de 185 mil dólares, além das despesas operacionais- para a defesa de seu território online.

As experiências de liberalização em pequena escala conduzidas anteriormente resultaram em baixa procura por sufixos como .museum, .jobs e .travel.

"No nível mais elevado, o ponto central é concorrer com o domínio .com", disse Jonathan Robinson, membro do conselho da Afilias, uma companhia de registro de sites que solicitou mais de 100 nomes de domínio a pedido de seus clientes.

"É por isso que termos curtos, memoráveis e distintivos com três letras de extensão se tornam interessantes", disse Robinson, cuja organização já oferece infraestrutura para os domínios .org, .info e .mobi.

Foram recebidos pedidos rivais para 231 nomes de domínio, sendo o .app o mais popular, com 13 candidaturas, seguido por .inc, com 12, e .home, com 11.

A Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), organização norte-americana sem fins lucrativos que administra os sistemas de domínio da Web, avaliará as solicitações até o final do ano.

Nos casos em que houver disputa, será realizado leilão, se as duas partes tiverem justificativa legítima. Os primeiros novos domínios devem entrar em operação no primeiro semestre de 2013.

(Por Georgina Prodhan)