Ações da Nokia e do Credit Suisse puxam quedas na Europa

quinta-feira, 14 de junho de 2012 13:42 BRT
 

LONDRES, 14 Jun (Reuters) - Quedas nos papéis da Nokia e do Credit Suisse ajudaram as ações europeias a fecharem em baixa nesta quinta-feira, com muitos investidores ainda evitando o mercado acionário devido a temores com a crise de dívida da zona do euro.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em queda de 0,32 por cento, aos 983 pontos.

Os papéis da finlandesa Nokia desabaram 17,81 por cento, após anunciar que planeja cortar 10 mil postos de trabalho, equivalentes a 20 por cento do total, em sua divisão global de celulares.

As ações do Credit Suisse, por sua vez, desvalorizaram-se 10,47 por cento, após o Banco Nacional da Suíça instá-lo a aumentar capital para se proteger do risco de uma escalada na crise bancária da zona do euro.

Investidores afirmaram que embora as ações na Europa aparentem apresentar agora uma oportunidade de aquisições relativamente baratas, continua muito arriscado retornar aos mercados locais antes das eleições gregas do fim de semana, que podem determinar se o país permanecerá ou não na zona do euro.

"Acho, definitivamente, que existem bons valores em ações europeias no momento, mas há muita volatilidade para se correr o risco agora", avaliou o operador Basil Petrides, da Hartmann Capital.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,31 por cento, a 5.467 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX perdeu 0,23 por cento, para 6.138 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ficou praticamente estável, avançando apenas 0,08 por cento, a 3.032 pontos.   Continuação...

 
Operadores olham para telas eletrônicas na bolsa de valores de Madri. Quedas nos papéis da Nokia e do Credit Suisse ajudaram as ações europeias a fecharem em baixa nesta quinta-feira, com muitos investidores ainda evitando o mercado acionário devido a temores com a crise de dívida da zona do euro. 14/06/2012 REUTERS/Andrea Comas