Microsoft tenta mercado do iPad com novo tablet Surface

terça-feira, 19 de junho de 2012 11:25 BRT
 

LOS ANGELES, 19 Jun (Reuters) - A Microsoft apresentou na segunda-feira em Los Angeles a própria linha de tablets, o que, na tentativa de competir com a Apple e reinventar o Windows, marcou uma grande mudança estratégica da companhia.

A linha Surface tem um tablet para disputar mercado com o iPad e outro para competir com laptops de menor porte. Ambos incluem um teclado retrátil e usam o sistema operacional Windows 8.

Esse novo passo rompe com o modelo da Microsoft nos últimos 37 anos, que dependia de fabricantes de computadores que vendiam máquinas com o Windows.

A medida também pode colocar a maior companhia de software do mundo em competição direta com parceiros em hardware como Samsung Electronics e Hewlett-Packard.

Contudo, o sucesso da Apple nos últimos anos tem ressaltado os benefícios de uma abordagem integrada entre hardware e software, e o presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou na segunda-feira em Los Angeles que a companhia "não quis deixar nada descoberto" enquanto apresentava o Windows 8.

O novo software é a maior reformulação do Windows em anos, e apresenta uma nova interface para comandos sensíveis ao toque chamada "Metro", devendo estar disponível para a temporada de compras de fim de ano.

A versão mais leve e fina do Surface, com chip da Nvidia e design da ARM, vai chegar ao mercado ao mesmo tempo que o Windows 8 e trará os populares aplicativos do Office.

O aparelho, comparável com o novo iPad, tem uma tela de 10,6 polegadas e terá versões de 32 ou 64 gigabytes (GB).

Um segundo modelo, mais pesado e voltado à nova geração de laptops, os ultrabooks, usará os tradicionais chips da Intel e terão 64 ou 128 GB.

Quanto aos preços, a Microsoft se limitou a dizer que serão competitivos se comparados aos dos ultrabooks.

(Por Lisa Richwine em Los Angeles)