Equador diz que Assange, do Wikileaks, busca asilo no país

terça-feira, 19 de junho de 2012 16:16 BRT
 

QUITO, 19 Jun (Reuters) - O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, solicitou asilo político no Equador e autoridades do país sul-americano estão considerando o pedido, disse nesta terça-feira o ministro das Relações Exteriores equatoriano, Ricardo Patiño.

"O Equador está estudando e analisando o pedido", disse o ministro a jornalistas, em Quito.

Assange enfrenta um processo de extradição à Suécia para ser questionado sobre alegações de crimes sexuais após o tribunal de última instância do Reino Unido dizer no mês passado que havia rejeitado uma solicitação legal para reconsiderar seu caso.

(Reportagem de Alexandre Valencia)