Óculos digitais do Google: do laboratório para a realidade

quinta-feira, 28 de junho de 2012 13:45 BRT
 

Por Alexei Oreskovic

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - O Google espera lançar em menos de dois anos uma versão ao consumidor de seus óculos eletrônicos capazes de transmitir imagens e sons e realizar tarefas de computação, ainda que não tenha definido o preço para o aparelho.

O Google Glass será vendido ao consumidor por preço "significativamente" abaixo dos 1,5 mil dólares que a empresa está cobrando pelas versões de teste que colocará à venda para programadores a partir do começo do ano que vem, anunciou o co-fundador da empresa, Sergey Brin.

Ele demonstrou os óculos em uma conferência anual do Google para programadores, quarta-feira em San Francisco, oferecendo mais informações sobre a tecnologia futurista que o Google havia anunciado em abril. Na ocasião, o Google também exibiu seu primeiro tablet, que chegará às lojas na metade de julho por 199 dólares, em meio a um disputado mercado liderado pelo Kindle Fire, da Amazon, e pelo iPad, Apple.

O Google Glass consiste de uma tela eletrônica do tamanho de um selo postal montada do lado esquerdo de uma armação de óculos; o aparelho pode gravar vídeos, acessar emails e mensagens e obter informações na Web.

Em uma demonstração audaciosa da tecnologia, diversos paraquedistas equipados com os óculos saltaram de um dirigível e pousaram no topo do Moscone Center, de San Francisco, transmitindo um vídeo ao vivo do que estavam fazendo para a plateia.

Jornalistas fizeram fila para experimentar os óculos que Brin estava usando, e com eles puderam assistir a um vídeo de fogos de artifício, exibido na pequena tela. A perspectiva do vídeo muda à medida que o usuário mexe a cabeça.

O Google Glass pesa menos que alguns modelos de óculos de sol e contém um chip de rede sem fio e as demais tecnologias tipicamente encontradas em um celular inteligente -exceto o rádio de telefonia celular, disseram executivos do Google.

A bateria é menor que a de um celular, mas o Google está trabalhando para conseguir que ela dure um dia inteiro.   Continuação...