Apple pode ter operações na Itália suspensas por um mês

segunda-feira, 2 de julho de 2012 16:39 BRT
 

ROMA, 2 Jul (Reuters) - A Apple está ameaçada de ter suas operações na Itália interrompidas temporariamente, além de arcar com multas de até 300 mil euros (377,5 mil dólares), caso não ofereça aos consumidores uma garantia gratuita válida por dois anos, conforme exigência da legislação italiana.

O órgão regulador antitruste italiano (AGCM) já estabeleceu multas de 900 mil euros para algumas divisões da Apple, que oferecem serviço de suporte técnico pago, por não informarem aos consumidores sobre os direitos de assistência gratuita.

Meses após a multa anterior, a Apple não atendeu a exigência da AGCM, segundo o órgão. A companhia oferece um esquema de garantia gratuita por um ano, que pode ser ampliado para dois anos mediante pagamento de uma taxa.

A AGCM afirmou em seu boletim mensal que a Apple continuava a adotar práticas comerciais incorretas na Itália e assinalou que isso pode, eventualmente, levar à interrupção das operações da empresa naquele país por até 30 dias. A Apple tem um mês para se posicionar.

Segundo a AGCM, a informação fornecida pela Apple sobre o esquema de garantia extra induz os consumidores a adquirirem o serviço, sem deixar claro que a empresa é obrigada a oferecer garantia gratuita por dois anos, afirmou uma fonte.

A Apple recorreu da multa fixada pelo órgão italiano, mas perdeu o processo no início deste ano.

(Por Gavin Jones)