China prende ex-executivo do Alibaba sob suspeita de propina

quinta-feira, 5 de julho de 2012 08:59 BRT
 

XANGAI, 5 Jul (Reuters) - O Alibaba Group informou nesta quinta-feira que um ex-gerente geral do site de compras coletivas do grupo chinês foi preso pela polícia sob acusação de aceitar propina.

Yan Limin, gerente-geral do website Juhuasuan, perdeu o cargo em março por erro de conduta grave, afirmou em comunicado a unidade de e-commerce do Alibaba, Taobao.

A polícia de Hangzhou disse ter detido Yan sob acusação de ter aceitado propina e que a investigação continua, segundo a nota.

Uma porta-voz da Alibaba disse que Yan continua preso.

Entre janeiro e junho, o Alibaba Group investigou e puniu 28 empregados por má conduta e repassou sete casos às autoridades para medidas adicionais.

(Por Melanie Lee)