Galaxy conduz Samsung a lucro recorde de US$5,9 bi

sexta-feira, 6 de julho de 2012 09:59 BRT
 

SEUL (Reuters) - A disparada nas vendas do celular inteligente Galaxy levou a Samsung Electronics a um lucro trimestral recorde de 5,9 bilhões de dólares, mas a gigante da tecnologia sul-coreana está preocupada com os efeitos da crise da dívida na Europa sobre a demanda em seu maior mercado para televisores e eletrodomésticos.

Os smartphones Galaxy provavelmente ampliaram vantagem diante dos modelos rivais oferecidos pela Apple e Nokia, apesar de uma escassez de componentes causada pela demanda superior à esperada pelo novo modelo S III.

Embora as vendas de celulares superiores às projeções venham conquistando as manchetes e tenham alimentado crescimento mais de duas vezes superior ao esperado dos lucros da empresa, outras áreas, como as de chips e bens eletrônicos de consumo, estão enfrentando preços baixos e demanda fraca, bem como fraqueza do euro, que reduz os lucros repatriados.

Em um sinal de que a crise na zona do euro preocupa os conselhos de empresas de todo o mundo, executivos da Samsung afirmaram esta semana que o grupo estava trabalhando em um plano de contingência.

"A Europa é nosso maior mercado para bens eletrônicos de consumo e podemos ter de iniciar cortes de custos e aumentar os preços de produtos caso o euro caia abaixo de seu nível atual", disse um executivo que pediu que seu nome não fosse mencionado.

"Nossos celulares inteligentes estão vendendo muito, com alguns canais de venda reportando crescimento de 40 a 60 por cento, mas isso distorce a perspectiva operacional mais ampla, que é desafiadora devido à fraqueza da economia mundial e do euro", disse.

O euro caiu em cerca de cinco por cento diante do won sul-coreano, de abril para cá, e em cerca de oito por cento nos 12 últimos meses, para sua cotação mais baixa em dois anos.

Nas estimativas sobre os resultados do segundo trimestre, divulgadas na sexta-feira, a Samsung, que tem valor de mercado de 170 bilhões de dólares e é a maior fabricante mundial de televisores, celulares inteligentes e chips de memória DRAM, previu que seu lucro operacional saltou 79 por cento, para 6,7 trilhões de wons ante o mesmo período de 2011, o que confirma a previsão média de 23 analistas pesquisados pela Reuters.