LG Display pagará US$380 mi para encerrar ação judicial

sexta-feira, 13 de julho de 2012 08:36 BRT
 

SÃO FRANCISCO, 13 Jul (Reuters) - A sul-coreana LG Display aceitou pagar 380 milhões de dólares para resolver uma ação civil sobre combinação de preços no mercado de tela de cristal líquido (LCD), o maior valor já pago entre as dez companhias que fizeram acordo semelhante para encerrar o processo, mostrou um documento da Justiça.

A ação de classe denunciou uma detalhada conspiração desde o fim dos anos 1990 até 2006 para combinar preços no segmento de LCD, resultando em custos maiores para compradores de televisores, laptops e outros eletrônicos. Diversas companhias admitiram culpa em acusações criminais separadas e pagaram multas.

Um advogado dos queixosos revelou na quarta-feira um acordo envolvendo LG, AU Optronics e Toshiba. Segundo o documento judicial de quinta-feira, a AU Optronics pagará 170 milhões de dólares, e a Toshiba, 21 milhões de dólares.

A juíza distrital de São Francisco Susan Illston terá que aprovar o acordo.

Um representando da AU Optronics disse que o acordo não deve causar impacto materialnas finanças ou nos negócios da companhia, neste momento ou futuramente.

Já a porta-voz da Toshiba Deborah Chalmers disse que a companhia "nega qualquer infração por sua parte no negócio de LCD e entrou no acordo para evitar mais despesas e distração".

Um representante da LG não foi encontrado para comentários.

Um negócio envolvendo outras sete companhias, incluindo Samsung, Sharp e Hitachi, já havia sido aprovado anteriormente. Se o mais recente acordo for finalizado, a recuperação total para os membros da ação de classe ultrapassará 1 bilhão de dólares, segundo o documento da corte.

(Por Dan Levine)