Analistas esperam estratégia de nova presidente do Yahoo

quarta-feira, 18 de julho de 2012 10:05 BRT
 

(Reuters) - Analistas adotaram uma postura de esperar para ver sobre o Yahoo, depois que a executiva veterana do Google Marissa Mayer foi anunciada esta semana como nova presidente da companhia que já foi ícone da Internet e reportou na véspera receita estável no segundo trimestre.

O Yahoo divulgou na terça-feira ligeira queda de lucro trimestral e não deu indicações sobre desempenho futuro, apontando que o direcionamento da empresa sob a gestão de Mayer "ainda não está definido".

"Os resultados operacionais e do segundo trimestre podem ser desconsiderados por algum tempo, porque os investidores estarão mais atentos à conclusão da transação com o Alibaba e seus potenciais retornos de capital para os acionistas, e à estreia de Marissa Mayer na presidência, como possíveis catalisadores", afirmaram os analistas do Barclays Capital.

Em uma nota aos investidores intitulada "A Questão Não Era Sobre o Trimestre Atual", analistas do RBC Capital Markets disseram esperar que os investidores se concentrem na estratégia de Mayer, que deve ser anunciada ao longo dos próximos meses.

Mayer, a terceira presidente-executiva do Yahoo nos últimos 12 meses, têm o formidável desafio de reverter a situação da companhia. Os investidores contam com seu forte histórico em desenvolvimento de produtos e tecnologia e profunda compreensão da Internet.

Alguns observadores especularam que a surpreendente contratação de Mayer sinaliza a intenção do Yahoo de renovar seu interesse pela tecnologia e produtos Web, em lugar de privilegiar o conteúdo online.

"Teremos de ver uma estratégia mais coerente para as operações centrais da empresa e sinais de melhoras operacionais antes que adotemos posição mais construtiva quanto às suas ações", afirmou o JP Morgan Securities.

Os resultados do Yahoo no terceiro trimestre devem se beneficiar da Olimpíada de Londres e da eleição presidencial nos Estados Unidos, e de um crescimento sequencial de receita propiciado pela recente aquisição do grupo de publicidade online Interclick, de acordo com o Barclays.

O JP Morgan elevou sua projeção para os preços das ações do Yahoo de 17 para 18 dólares, enquanto o Barclays reduziu sua estimativa de preço-alvo de 20 para 18 dólares.