Claro apresenta plano preliminar de ação à Anatel

quinta-feira, 19 de julho de 2012 16:47 BRT
 

SÃO PAULO, 19 Jul (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou nesta quinta-feira que segue aguardando um plano de investimentos em melhorias de serviços da operadora celular Claro, depois que a empresa divulgou mais cedo que havia sido a primeira a entregar documento com estratégias de ação para a autarquia.

Na véspera, a Anatel anunciou sanções e exigências contra as operadoras TIM, Oi e Claro em meio a crescentes reclamações sobre a qualidade do serviço das empresas. A autarquia determinou na ocasião a supensão das vendas da TIM em 18 Estados mais o Distrito Federal, da Oi em cinco Estados e da Claro em três, incluindo São Paulo.

A proibição vai durar até que as empresas apresentem um plano de investimento para lidar com problemas de redes e com reclamações de clientes. Cada Estado terá apenas uma operadora com vendas suspensas .

Mais cedo, a Claro informou que entregou à Anatel plano de investimentos para melhoria de qualidade de serviços no país. Segundo comunicado da empresa, do grupo mexicano América Móvil, "a agilidade na entrega deve-se ao fato de a operadora já realizar fortes investimentos em rede no Brasil e, consequentemente, já ter a execução desse plano em sua estratégia de negócio".

A Anatel, porém, informou que "a Claro não apresentou um plano. Apresentou um esboço das ações que pretende tomar, um plano preliminar", disse a assessoria de imprensa do órgão regulador, sem especificar detalhes cobrados pela agência das operadoras. Procurada, a Claro não pode comentar de imediato o entendimento da Anatel.

Ainda nesta quinta-feira, a Anatel vai se reunir com representantes da TIM e na sexta-feira haverá conversas com a Oi na agência.

Segundo a Claro, o investimento em ações de melhoria da empresa somam 3,5 bilhões de reais em 2012 e que "já podem ser percebidas em diversos Estados".

Em seu comunicado, a Claro ressaltou que o critério usado pela Anatel ao adotar as sanções está relacionado a problemas pontuais em central de atendimento, "cujas ações de melhorias já apresentaram resultados nos indicadores da Anatel do mês de junho".

(Por Roberta Vilas Boas e Alberto Alerigi Jr)