Microsoft tem prejuízo no 2o tri após baixa contábil

quinta-feira, 19 de julho de 2012 18:13 BRT
 

19 Jul (Reuters) - A Microsoft teve seu primeiro prejuízo trimestral como companhia aberta nesta quinta-feira, após registrar uma baixa contábil previamente anunciada no valor de sua unidade online.

A maior companhia de software do mundo registrou um prejuízo líquido de 492 milhões de dólares, ou 0,06 dólar por ação, em comparação com o lucro de 5,87 bilhões de dólares, ou 0,69 dólar por ação, no mesmo trimestre um ano antes.

As vendas cresceram 4 por cento, para 18 bilhões de dólares, amortecidas pela lenta comercialização de PCs.

A Microsoft não registrou prejuízo trimestral desde que abriu seu capital em 1986.

O prejuízo era esperado, desde que a Microsoft anunciou no início deste mês que sofreria uma baixa contábil de 6,2 bilhões de dólares no valor de sua unidade online em razão de uma aquisição mal-sucedida.

A Microsoft também diferiu 540 milhões de dólares em receita do Windows por conta de um desconto de upgrade oferecido a clientes que compraram computadores com Windows 7 antes do lançamento do Windows 8, no final de outubro.

Excluindo a baixa contábil, mas incluindo a receita diferida, a Microsoft lucrou 0,67 dólar por ação no trimestre.

Nesses termos, Wall Street estimava que a empresa registrasse lucro de 0,62 dólar por ação, de acordo com o Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas trimestrais ficaram levemente abaixo da previsão média de analistas, de 18,1 bilhões de dólares.

A ação da Microsoft avançou 1,7 por cento no after-market após fechar a 30,67 dólares no Nasdaq.

(Reportagem de Bill Rigby)