Analistas mostram otimismo sobre a Microsoft mesmo após prejuízo

sexta-feira, 20 de julho de 2012 11:27 BRT
 

(Reuters) - Os analistas de Wall Street continuam otimistas sobre a Microsoft depois que a empresa registrou seu primeiro prejuízo trimestral desde que abriu seu capital, e aguardam os novos lançamentos de produtos.

A maior produtora mundial de software registrou prejuízo em seu quarto trimestre fiscal, mas superou as expectativas dos analistas, excluída uma contabilização de prejuízos extraordinários da ordem de alguns bilhões de dólares e incorporando faturamento parcelado para o Windows.

"Nos últimos anos, a Microsoft demonstrou que consegue administrar suas operações apropriadamente, e o último trimestre foi bom exemplo disso", escreveram analistas do J. P. Morgan em relatório a clientes.

Os analistas elogiaram o forte crescimento nas operações empresariais da Microsoft, apontando que sua divisão de servidores e ferramentas e a divisão empresarial mantiveram a força.

"Os resultados empresariais da Microsoft continuam extremamente impressionantes, e as projeções para a divisão empresarial e a de servidores apontam para perspectivas sólidas no segmento empresarial no ano fiscal de 2013", afirmou a Evercore Partners, elevando sua projeção para as ações da empresa de 32 para 33 dólares.

Ainda assim, os analistas acreditam que a empresa terá de investir pesadamente para reconquistar mercado nos tablets, smartphones e serviços de busca, nos quais perdeu terreno para a Apple e o Google.

Analistas da Citi Investment Research afirmaram que o novo sistema operacional Windows 8, que pode ser usado com telas de toque, provavelmente colocará a Microsoft em posição significativamente melhor, e esperam que o mercado de computadores reflita o fato.

Com o lançamento do Windows 8 aguardado para outubro e acompanhado pela chegada ao mercado de um tablet criado pela companhia, os investidores acreditam que a Microsoft tenha chances de reconquistar seu status de líder na tecnologia.

De acordo com a Thomson Reuters StarMine, 14 analistas recomendam fortemente as ações da Microsoft, 11 recomendam compra, 10 recomendam retenção e um recomenda fortemente venda. A projeção média de preço para as ações da companhia é de 35,63 dólares.