CORREÇÃO (OFICIAL)-TV a cabo deve recuperar terreno, diz ABTA

quarta-feira, 25 de julho de 2012 12:58 BRT
 

(Corrige título e 1o parágrafo após esclarecimento da ABTA de que declaração de Annenberg visava indicar crescimento da TV a cabo mas não retomada da liderança)

SÃO PAULO, 24 Jul (Reuters) - A TV por assinatura via cabo deverá recuperar terreno no setor de TV paga, com as liberações de licenças pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), disse o presidente da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA).

"Cabo vai recuperar um pouco do terreno perdido", afirmou Alexandre Annenberg, a jornalistas nesta terça-feira.

Segundo ele, a tecnologia de TV a cabo está disponível em apenas 258 municípios brasileiros, e há 12 anos que a Anatel não concede novas licenças para esta tecnologia.

"Há espaço grande para contínuo crescimento (da TV por assinatura) e espero que esse espaço seja preenchido nos próximos meses com a liberação de licenças pela Anatel."

Em março, após aprovar o novo regulamento para o setor de TV paga, a agência reguladora informou que reabriria o processo de emissão de outorgas para novos serviços de venda de TV por assinatura via cabo, que estava fechado desde 2003.

Na véspera, a Anatel informou que a participação dos serviços prestados via satélite (MTH) atingiu 58,1 por cento da base em junho e a dos serviços a cabo alcançou 40,6 por cento dos assinantes.

No mês passado, setor de TV por assinatura cresceu 30,85 por cento em junho, na comparação anual, para 14,5 milhões de domicílios com esse serviço. Em relação a maio, o aumento foi de 1,68 por cento.

A ABTA acredita que o número de assinantes de TV paga, considerando todas as tecnologias disponíveis, chegará a 16 milhões no fim deste ano, e 35 milhões em 2017.   Continuação...