Smartphones ajudam Samsung a ter lucro trimestral recorde

sexta-feira, 27 de julho de 2012 11:03 BRT
 

Por Miyoung Kim

SEUL, 27 Jul (Reuters) - A Samsung Electronics, maior empresa de tecnologia do mundo em receita, divulgou nesta sexta-feira lucro operacional recorde de 5,9 bilhões de dólares para o trimestre terminado em junho, com as fortes vendas do Galaxy S ajudando a empresa a ampliar sua vantagem sobre a Apple.

A expectativa é que os lucros com aparelhos móveis no trimestre até setembro apurem avanço ainda maior, à medida que o modelo Galaxy apresenta um forte crescimento antes do lançamento do próximo iPhone. Os negócios móveis compõem cerca de 60 por cento dos lucros da Samsung.

Os lucros da divisão de aparelhos móveis mais do que dobraram sobre um ano antes, enquanto os negócios de tela plana voltaram ao azul com a estabilização dos preços de LCD.

"Sólidos resultados da divisão de TVs mostram sua resistência à crise da zona do euro, enquanto a divisão móvel tornou-se uma forte fonte de recursos por conta das vendas do Galaxy", disse Seo Won-seok, analista da Korea Investment & Securities.

JK Shin, diretor da unidade de telecomunicações da Samsung, disse à Reuters no domingo que as vendas do Galaxy S III, concorrente mais agressivo do iPhone, foram melhores que as previsões iniciais de pelo menos 10 milhões de unidades nos primeiros dois meses após seu lançamento no final de maio.

A empresa está preparando uma sequência para o popular tablet Galaxy Note para o fim deste ano, buscando competir com novos lançamentos da Apple.

Segundo estimativas, a Samsung, que este ano desbancou o reinado de 14 anos da Nokia como maior fabricante de aparelhos móveis do mundo, elevou os embarques para 50,5 milhões de unidades no trimestre até junho, quase o dobro dos 26 milhões de iPhones vendidos.

"Independentemente do desempenho da Apple, a Samsung será forte no terceiro trimestre", disse Byun Han-joon, analista da KB Investment & Securities. "Na verdade, o tropeço da Apple é uma chance para a Samsung".

Analistas estimam que a Samsung, que agora controla mais de um terço do mercado global de smartphones, venderá entre 15 milhões e 20 milhões de unidades do Galaxy S III nos seis meses até setembro.